Normas ABNT citações: veja como usar!

Por | Geral, Secretariado

Não é novidade que as citações são um dos maiores temores dos estudantes de graduação e de pós-graduação. Dessa forma, muitos deles se perguntam se podem fazer uma citação? Ou como fazer para indicar os autores citados? O que é uma citação direta? A citação vem sempre entre aspas? Essa só algumas das perguntas mais comuns sobre as citações de acordo com as normas ABNT.

Veja também o que é gamificação!

Hoje vamos esclarecer essas dúvidas e te ajudar a padronizar as citações do seu trabalho de acordo com as normas da ABNT. Confira:

O que são as citações?

Normas ABNT citações: veja como usar! - Foto: TM MAS
Normas ABNT citações: veja como usar! – Foto: TM MAS

As citações nada mais são do que referências às informações extraídas de outros trabalhos, como livros, filmes, jornais, sites e outras fontes que já trabalharam antes om o seu tema. Assim, você sempre tem que ter em mente que alguém já escreveu sobre o seu tema, mesmo que a lente de análise ou a abordagem não sejam as mesmas. Por fim, vale lembra que isso é essencial para que você possa fundamentar e criar o seu referencial teórico de maneira bem sólida.

Além disso, as citações dão suporte técnico e científico à sua ideia. Por isso, elas servem para esclarecer e sustentar o assunto do seu texto.

Por que utilizar citações?

Normas ABNT citações: veja como usar! - Foto: TM MAS
Normas ABNT citações: veja como usar! – Foto: TM MAS

É bem fundamental que as informações extraídas de outros trabalhos sejam referenciadas e citadas. Dessa forma, essas citações devem obedecer às normas da ABNT, que permitem que os leitores identifiquem as fontes de pesquisa do seu trabalho. Assim, a citação é a menção de informação extraída de outros documentos.

Ela tende a contextualizar todo o trabalho na temática, dando credibilidade e até registrando opiniões similares  ou conclusões opostas. Por consequência, quanto mais confiável o trabalho é, maior é sua qualidade científica e técnica.

Por esse motivo, você não deve escolher apenas citações que te agradam e que confirmam as suas hipóteses. Além disso, é fundamental que as teorias conversem e construam uma ideia nova.

Por fim, vale lembrar que se você não citar a fonte original das ideias, acaba cometendo plágio. Portanto, é bom ficar atento.

Por que formatar as citações de acordo com as normas da ABNT?

Normas ABNT citações: veja como usar! - Foto: CI MAS
Normas ABNT citações: veja como usar! – Foto: CI MAS

Pode parecer, mas é essencial que as citações sejam feitas da forma correta. Quer dizer: as citações precisam obedecer às normas da ABNT.

Isto porque, além de garantir a melhor compreensão da sua ideia, as normas da ABNT padronizam a apresentação do trabalho e até afastam os plágios. Talvez você não saiba, mas existem três tipos de citação: a citação direta (curta e longa), a citação indireta e a citação de citação (apud). Por fim, abaixo, vamos ver como cada tipo de citação é feita. Além disso, vale lembrar que estará sempre dentro do padrão que a ABNT estabelece.

Normas ABNT – Tipos de citações

Citação indireta

Normas ABNT citações: veja como usar! - Foto: NC MAS
Normas ABNT citações: veja como usar! – Foto: NC MAS

A citação indireta também é conhecida como paráfrase. Assim, ela é útil quando quem está escrevendo o texto incorpora ideias do texto original, mas as apresenta com as suas próprias palavras.

Dessa forma, acontece uma tradução ou uma explicação daquela ideia. Portanto, a citação indireta facilita a compreensão de quem está lendo o texto. Mas, tenha muito cuidado para jamais alterar a ideia do texto original.

Assim como em qualquer outro formato de citação, a referência da fonte original deve ser feita. É sempre preferível fazer a referência de forma completa. No entanto, em alguns casos, o uso da paráfrase não precisa da inclusão do número de página. Isso acontece, de forma especial, quando a ideia pertence ao todo da obra consultada.

Qual é o objetivo da citação indireta?

O objetivo dela é expressar uma ideia de modo mais acessível, com uma linguagem de fácil compreensão. Além do mais, é possível dar o seu “tom” a uma ideia do texto da fonte. Ou seja: adaptar a ideia ao contexto da pesquisa.

Assim, podemos dizer que esse formato de citação deixa claro que você entende o conteúdo de forma correta. Inclusive, pode explicar a ideia com os seus próprios termos.

Como fazer citação indireta?

As citações indiretas não incluem a mera reprodução ou troca de uma palavra por outra. Dessa forma, você pode considerar esses dois pontos no momento da escrita:

  • Faça um comentário explicativo, para apresentar a ideia e desenvolver os conceitos e esclarecimentos;
  • Desenvolva ou amplie as ideias do texto original, acrescentando exemplos ou até comparações.

Por fim, lembre-se que diferente da citação direta, a citação indireta deve seguir a formatação do texto, sem recuo ou alteração no tamanho da fonte.

Exemplo de citação indireta
  • Soares (2009, p. 16) diz que numa sociedade que se divide em classes, a ideologia que domina, de acordo com a ideologia marxista, é a ideologia da classe dominante.

Citação direta

Normas ABNT citações: veja como usar! - Foto: EV MAS
Normas ABNT citações: veja como usar! – Foto: EV MAS

A citação direta é feita com as palavras do próprio autor do texto original. Ou seja, é uma transcrição dos exatos termos da fonte de pesquisa. Assim, podemos dizer que é a utilização da ideia na íntegra.

Grifo em citação direta

Então, quando o texto original contém algum tipo de grifo é necessário reproduzi-lo fielmente seguido da expressão “grifo do autor”.

Exemplo:
  • “São velhas e persistentes as teorias que atribuem capacidades específicas inatas a raças ou a outros grupos humanos” (LARAIA, 1986, p. 17, grifo do autor).

Além disso, vale lembrar que existem dois tipos de citação direta: a citação direta curta e a citação direta longa. Vamos apresentar cada uma delas.

Citação direta curta

A citação direta curta vem de trechos reproduzidos do texto original de no máximo 3 linhas. Dessa forma, você deve citá-las ao longo do texto, entre aspas, sem alterar o tamanho da fonte.

Por exemplo:

  • Segundo Anderson (2006, p. 19) “obviamente, essa é a função da economia: ela busca desenvolver modelos simples e facilmente compreensíveis que descrevam os fenômenos do mundo real.”

Citação direta longa

A citação direta longa, por sua vez, é a transcrição de trechos maiores da fonte de pesquisa. Assim, para ser uma citação direta longa deve ter mais de três linhas.

Além disso, sua formatação é bem diferente: a citação direta longa deve aparecer com recuo de 4 centímetros, de forma separada, com fonte no tamanho 20, espaçamento simples, alinhamento justificado e sem aspas.

Mas tome cuidado com o excesso de citações diretas longas. Quando são utilizadas muitas citações desse tipo em uma mesma página a leitura fica bem desagradável e pode parecer que você está apenas copiando os autores originais e não desenvolvendo e construindo sua ideia.

Por exemplo:

Normas ABNT citações: veja como usar! – Foto: EV MAS

Citações de citações ou apud

Normas ABNT citações: veja como usar! – Foto: VE MAS

A citação de citação também pode receber o nome de apud, que é um termo em latim que significa “junto a, perto de, em”. No contexto científico e acadêmico este termo é útil como sinônimo de “citado por”.

A citação de citação é, de forma geral, quando se insere no texto a citação de um autor que foi encontrada em outra obra. É bem importante frisar que o ideal é sempre consultar a obra original, especialmente porque garante a credibilidade da fonte de pesquisa. No entanto, caso essa citação seja relevante e a obra original seja inacessível, você pode utilizar o recurso de citação de citação com moderação.

Este formato de citação, assim como todos os demais, possui regras próprias, definidas pelas normas ABNT.

Exemplos de citação de citação ou apud:

Veja o seguinte trecho, encontrado na obra de Nardi (1993, p. 94) que cita as ideias de um outro autor:

Exemplo 1

A primeira maneira fazer uma citação de citação é incluindo os autores referenciados e o apud no começo da citação:

  • De acordo com Gough (1972, p. 59, apud NARDI, 1993, p. 94), “o ato de ler envolve um processamento serial que começa com uma fixação ocular sobre o texto, prosseguindo da esquerda para a direita de forma linear.”
Exemplo 2

A segunda opção para fazer a citação do trecho seria incluir o apud no final da frase:

  • Segundo Gough (1972, p. 59), “o ato de ler envolve um processamento serial que começa com uma fixação ocular sobre o texto, prosseguindo da esquerda para a direita de forma linear” (apud NARDI, 1993, p. 94).
Exemplo 3

Por fim, existe uma terceira alternativa que dispensa a utilização do termo apud, mas continua indicando que se trata de uma citação de citação:

  • De acordo com Gough (1972, p. 59), conforme citado por Nardi (1993, p. 94),  “o ato de ler envolve um processamento serial que começa com uma fixação ocular sobre o texto, prosseguindo da esquerda para a direita de forma linear.”

FAQ

O que são as citações?

As citações nada mais são do que referências às informações extraídas de outros trabalhos, como livros, filmes, jornais, sites e outras fontes que já trabalharam antes om o seu tema. Assim, você sempre tem que ter em mente que alguém já escreveu sobre o seu tema, mesmo que a lente de análise ou a abordagem não sejam as mesmas. Por fim, vale lembra que isso é essencial para que você possa fundamentar e criar o seu referencial teórico de maneira bem sólida.

Por que utilizar citações?

Pode parecer, mas é essencial que as citações sejam feitas da forma correta. Quer dizer: as citações precisam obedecer às normas da ABNT.

Isto porque, além de garantir a melhor compreensão da sua ideia, as normas da ABNT padronizam a apresentação do trabalho e até afastam os plágios. Talvez você não saiba, mas existem três tipos de citação: a citação direta (curta e longa), a citação indireta e a citação de citação (apud). Por fim, abaixo, vamos ver como cada tipo de citação é feita. Além disso, vale lembrar que estará sempre dentro do padrão que a ABNT estabelece.

Quais os tipos de citações?

Existem citações indiretas, diretas e “citações de citações”, também conhecidas como apud. Além disso, vale lembrar que as citações diretas se dividem em curtas e longas.

Gostou? O que achou? Deixe seu comentário!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *