Organograma de uma empresa: veja tudo sobre!

Por | Geral, Secretariado

Um organograma é uma ferramenta bem útil que as empresas podem usar para exibir a estrutura de uma empresa.  Assim, apresentado na forma de um fluxograma, o gráfico ajuda a mostrar as relações entre os diferentes departamentos e até funcionários.

Veja também o que são competências técnicas!

Talvez você precise de um auxílio visual claro para comunicar a sua estrutura de negócios aos novos funcionários ou haja alguma confusão sobre quem está subordinado a quem. Dessa forma, o organograma pode ser usado como uma ferramenta de gestão para melhorar o desempenho da equipe, para fins de planejamento ou simplesmente como um diretório visual de pessoal.

Abaixo, você verá tudo o que precisa saber sobre o organograma de uma empresa. Confira:

O que é um organograma?

Organograma de uma empresa: veja tudo sobre! - Foto: TM MAS
Organograma de uma empresa: veja tudo sobre! – Foto: TM MAS

A definição de um organograma é um diagrama que exibe um relatório ou hierarquia de relacionamento. Dessa forma, a aplicação mais frequente de um organograma é para mostrar a estrutura de uma empresa, governo ou até outra organização.

Os organogramas têm vários usos e podem ser estruturados de muitas maneiras diferentes. Eles podem ser usados ​​como uma ferramenta de gestão, para fins de planejamento ou até como um diretório de pessoal, por exemplo. Talvez sua organização não opere em um estilo de “comando e controle”, mas, em vez disso, conte com equipes.

Quais os benefícios de um organograma?

 Organograma de uma empresa: veja tudo sobre! - Foto: ID MAS
Organograma de uma empresa: veja tudo sobre! – Foto: ID MAS

Um organograma bem apresentado pode melhorar a clareza e a comunicação de uma empresa, ajudando a mostrar linhas claras de autoridade e até a posição de cada funcionário dentro da empresa. Portanto, aqui estão as principais vantagens:

Gestão do crescimento com eficácia: quando os empregadores têm uma visão clara de onde todos se encaixam na organização e quais funções desempenham, será muito mais fácil ver quais áreas da empresa precisam ser mudadas.  Quer se trate de duas equipes se fundindo em uma ou contratando mais funcionários, os movimentos podem ser mapeados de antemão usando o gráfico, permitindo que você preveja com mais precisão o seu sucesso ou fracasso.

Melhorar as linhas de comunicação: com as relações de trabalho visíveis em um organograma, cada funcionário sabe a quem pode recorrer quando precisar de ajuda, em vez de tentar lutar sozinho. No diagrama, é fácil ver quem tem quais responsabilidades e quem está envolvido em quais projetos, ajudando a minimizar o tempo perdido e a melhorar a eficiência.

Visualize a imagem maior: às vezes, é fácil esquecer que o seu trabalho está gerando algo muito maior. Se as pessoas que trabalham para você puderem ver que as suas funções contribuem de forma direta para o bom funcionamento e eficiência dos negócios, isso aumentará muito a moral e a produção da equipe.

Quais as desvantagens de um organograma?

Organograma de uma empresa: veja tudo sobre! – Foto: EP MAS

Ajustes constantes: a maior dificuldade em torno dos organogramas é que eles podem ter que ser alterados com frequência para corresponder à estrutura mutável de um negócio. Dessa forma, se novas pessoas estão ingressando na empresa ou a equipe atual está trocando de equipe, o gráfico terá de ser mantido atualizado para refletir isso, o que pode significar um administrador extra para os gerentes.

Falta de comunicação: outro possível problema com um organograma fixo é que ele poderia impedir os funcionários de pedir ajuda a alguém fora de sua equipe. Isso pode levar à falta de compartilhamento de ideias e a uma visão mais restrita. No entanto, como um empregador experiente, você saberá antecipar esse problema e implementar processos para garantir que a comunicação clara e eficaz continue entre todas as equipes, permitindo mais oportunidades de melhorar o seu negócio.

Quais os tipos de estrutura organizacional (organograma)?

Organograma de uma empresa: veja tudo sobre! – Foto: BT MAS

1) Estrutura Hierárquica

    Organograma de uma empresa: veja tudo sobre! - Foto: JRM MAS
Organograma de uma empresa: veja tudo sobre! – Foto: JRM MAS

O modelo hierárquico é o tipo de organograma mais popular. Dessa forma, existem alguns modelos derivados deste modelo.

Em uma estrutura organizacional hierárquica, os funcionários são agrupados com cada funcionário tendo um supervisor claro. O agrupamento é feito com base em alguns fatores, portanto, há muitos modelos derivados disso. Abaixo estão alguns desses fatores

  • Função: os funcionários são agrupados de acordo com a função que desempenham;
  • Geografia: os funcionários são agrupados com base em sua região. Por exemplo, nos EUA, os funcionários podem ser agrupados de acordo com o estado. Mas se for uma empresa global o agrupamento pode ser feito por países;
  • Produto: se uma empresa está produzindo vários produtos ou oferecendo serviços diferentes, ela pode ser agrupada de acordo com o produto ou serviço.

Esses são alguns dos fatores mais comuns, mas existem muitos outros fatores. Por fim, vale lembrar que este é o modo de organização dominante entre as grandes organizações. Por exemplo, corporações, governos e religiões organizadas são organizações hierárquicas com diferentes níveis de gestão, poder ou autoridade. 

2) Estrutura Matricial

Organograma de uma empresa: veja tudo sobre! – Foto: LG MAS

Em uma estrutura organizacional de Matriz, os relacionamentos de subordinação são configurados como uma grade, ou matriz, em vez da hierarquia tradicional. É um tipo de gestão organizacional em que pessoas com habilidades semelhantes são agrupadas para atribuições de trabalho, resultando em mais de um gerente a quem reportar (às vezes referido como relatórios de linha sólida e linha pontilhada, em referência aos organogramas de negócios tradicionais).

Por exemplo, todos os engenheiros podem estar em um departamento de engenharia e se reportar a um gerente de engenharia. Mas esses mesmos engenheiros podem ser atribuídos a projetos diferentes e podem estar subordinados a esses gerentes de projeto também. Portanto, alguns engenheiros podem ter que trabalhar com vários gerentes em suas funções.

3) Estrutura Horizontal / Plana

      Organograma de uma empresa: veja tudo sobre! - Foto: CL MAS
Organograma de uma empresa: veja tudo sobre! – Foto: CL MAS

Este é um tipo de organograma adotado por pequenas empresas e start-ups em seus estágios iniciais. É quase impossível usar esse modelo para empresas maiores com muitos projetos e funcionários.

O mais importante sobre essa estrutura é que muitos níveis de gestão intermediário são eliminados. Isso permite que os funcionários tomem decisões de forma bem rápida e até independente. Assim, uma força de trabalho bem treinada pode ser mais produtiva ao se envolver de forma direta no processo de tomada de decisão.

Isso funciona bem para pequenas empresas porque o trabalho e o esforço em uma pequena empresa são relativamente transparentes. Isso não significa que os funcionários não tenham superiores e pessoas para denunciar.  Apenas o poder de tomada de decisão é compartilhado e os funcionários são responsabilizados por suas decisões.

Portanto, em resumo, ao decidir sobre um organograma adequado, é bem importante compreender a estrutura organizacional atual da sua empresa.

4) Estrutura de Rede

Organograma de uma empresa: veja tudo sobre! – Foto: CL MAS

A estrutura organizacional da rede ajuda a visualizar os relacionamentos internos e externos entre os gerentes e a alta administração. Dessa forma, eles não são apenas menos hierárquicos, mas também mais descentralizados e mais flexíveis do que outras estruturas.

A ideia por trás da estrutura de rede é baseada nas redes sociais. Sua estrutura conta com comunicação aberta e parceiros confiáveis; interno e externo. A estrutura de rede é vista como mais ágil do que outras estruturas porque tem poucos “pneus”, mais controle e fluxo inferior de tomada de decisão.

Usar uma estrutura organizacional de rede às vezes é uma desvantagem devido à sua complexidade.

5) Estrutura Divisional

Organograma de uma empresa: veja tudo sobre! – Foto: CL MAS

Dentro de uma divisão, os tipos de organogramas têm sua própria divisão, que corresponde a produtos ou regiões. Assim, cada divisão contém os recursos e funções necessários para dar suporte à linha de produtos e à geografia.

Outra forma de estrutura de organograma divisionário é a estrutura multi – divisional. Também é conhecido como forma – M. É uma estrutura legítima em que uma empresa – mãe possui várias subsidiárias, cada uma das quais usa a marca e o nome da empresa – mãe.

A principal vantagem da estrutura divisional é o fluxo operacional independente, que a falência de uma empresa não ameaça a existência das outras.

Também não é perfeito. Pode haver ineficiências operacionais na separação de funções especializadas. Por fim, o aumento dos impostos contábeis pode ser visto como outra desvantagem.

6) Estrutura de Linha

Organograma de uma empresa: veja tudo sobre! – Foto: CL MAS

A estrutura organizacional linear é um dos tipos mais simples de estruturas organizacionais. Sua autoridade flui de cima para baixo. Ao contrário de outras estruturas, serviços especializados e de apoio não ocorrem nessas organizações.

A cadeia de comando e cada chefe de departamento têm controle sobre seus departamentos. A estrutura autônoma do departamento pode ser vista como sua principal característica. Além disso, decisões independentes podem ser tomadas por oficiais de linha devido à sua estrutura unificada.

A principal vantagem de uma estrutura organizacional linear pode ser identificada como a comunicação eficaz que traz estabilidade à organização.

7) Estrutura Baseada em Equipe

Organograma de uma empresa: veja tudo sobre! – Foto: CL MAS

As estruturas organizacionais baseadas em equipes são compostas por equipes que trabalham em direção a um objetivo comum, enquanto trabalham em suas tarefas individuais. Eles são menos hierárquicos e possuem estruturas flexíveis que reforçam a resolução de problemas, a tomada de decisões e o trabalho em equipe.

As estruturas de organização da equipe mudaram a maneira como muitas indústrias funcionam. A globalização permitiu que pessoas em todas as indústrias ao redor do mundo produzissem bens e serviços de forma cooperativa. Especialmente, as empresas de manufatura devem trabalhar em conjunto com os fornecedores em todo o mundo, mantendo o custo ao mínimo e, ao mesmo tempo, produzindo produtos de alta qualidade.

Outros tipos de gráficos organizacionais

Os mostrados acima são os tipos mais comumente usados ​​de organogramas ou tipos de estrutura de organograma,  como alguns os chamam. Mas existem muitos outros modelos com várias vantagens e desvantagens de acordo com a situação e a organização.

FAQ

O que é um organograma?

A definição de um organograma é um diagrama que exibe um relatório ou hierarquia de relacionamento. Dessa forma, a aplicação mais frequente de um organograma é para mostrar a estrutura de uma empresa, governo ou até outra organização.

Quais os tipos mais comuns de organogramas de uma empresa?

  1. Hierárquico;
  2. Matricial;
  3. Horizontal / Plano;
  4. Rede;
  5. Divisional;
  6. Linha;
  7. Baseado em Equipe.

Gostou? O que achou? Deixe seu comentário!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *